terça-feira, 28 de junho de 2011

" A morte de um ente querido é uma coisa estranha, é como subir a escada para o seu quarto no escuro, e achar que tem mais um degrau...quando não tem. O seu pé afunda no chão e acontece um grande momento de grande susto. "

Nenhum comentário:

Postar um comentário